top of page
Buscar
  • ninaformiga

O corpo

  • "Depois de tanto tempo separados

  • Minha mente e meu corpo enfim

  • voltam a se encontrar

  • - meu corpo minha casa"

  • rupi kaur


Qual o lugar do corpo em nossas experiências? Onde no corpo uma emoção se manifesta, que caminho ela percorre? Susto dá frio na barriga? O medo trava a lombar? A expectativa dá dor de barriga ou fecha a garganta? Essas são algumas perguntas possíveis quando estou diante de um cliente no meu consultório. A comunicação pré verbal, a linguagem corporal é um componente muito importante na construção de uma relação terapêutica e na vivência de um processo terapêutico como esse espaço especial de exploração. De que forma a relação com o corpo e suas manifestações e características construíram sua visão de si?
Fale-se muito em inteligência emocional, em autoconhecimento, como desenvolvê-la sem passar pelo corpo?
Nossa interação com o mundo é complexa e muito maior do que nossa mente é capaz de registrar. Quantas vezes em algumas situações sentimos um aperto no peito, peso nos ombros, ou pressão na cabeça sem sequer conseguirmos identificar o que nos afetou. Nossos organismos estão em relação o tempo todo e não fomos socializados para prestar atenção. Ignoramos sensações e até dores que tem muito a nos contar. Atualmente o corpo que revela cansaço diante das muitas demandas é sentido como um entrave, atrapalhando performance. Almoçamos olhando o celular, sem sequer reparar no sabor, nos estímulos que a comida provoca no paladar e no olfato. Vemos o filme junto com o feed do Instagram. Nossa relação com a vida está cada dia mais reduzida. Será que estamos criando espaço para construção de conexão profunda com nosso corpo, suas necessidades e desejos? E quais tem sido as consequências desse modus operante e como reparar esse distanciamento? Não existe apenas uma reposta e um único caminho. As possibilidades de recuperar nossa sensibilidade são múltiplas, o toque, a dança, o brincar, a meditação, o yoga, a psicoterapia pode representar a porta de entrada para esse questionamento desabrochar em caminhos e ferramentas autênticas.




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sim à vida!

"Sei que existe uma resistência oculta em mim para tudo que eu mais desejo. Chegar nesse esconderijo nem sempre é simples. Às vezes tenho que dobrar noventa e nove esquinas, cruzar duzentos e cinquent

Comments


bottom of page